quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Desafios Binoculares

Dos autores de livros de astronomia pratica ( Guias e afins...) Phil  Harrigton é um de meus favoritos. Possua alguns livros dele e sua coluna no Cloudy Nights , Phil Harrigton´s Binocular Universe. Este mês ele apresenta alguns desafios que ele propõem em seu novo livro "Cosmic Challenge".
Ele descreve como conseguiu ver a nebulosa cabeça de cavalo com um Fujinon 10x70mm . A formula inclui um céu perfeito , um super binóculo e um mapa bastante detalhado da região.
Mas há um desafio mais "factível". Observar M78 com um 10x50. Segundo o artigo o objeto será visível, ainda que ténue, em céus suburbanos.  Seria ainda um indicador da qualidade do céu. Em céu escuro seria bem evidente. Veja o post sobre M78 no Nuncius. Existe um truque bastante útil para localizar a nebulosa. 
Ele apresenta também um alvo bem fácil. Cr 70 . O Aglomerado que compõem o cinturão de Orion. Um objeto só visível por binóculos tão grande é o aglomerado. Pode parecer incrível mas centenas de estrelas viajam juntas pela Via Láctea. É um aglomerado aberto de fato. Phil diz que a maior parte de seus componentes são estrelas de 9a magnitude . Logo dentro do alcance de binóculos 10x50 em ambientes suburbanos.( Este já observei . É obrigatório)
Isto me colocou com a pulga atrás da orelha . Se 9 magnitude esta dentro do alcance me ocorreu um outro desafio . Será M66 visível com um 10x50mm. E sua parceira M65?

Pretendo tentar a sorte na próxima lua nova. Orion ainda estará bem alto no inicio da noite...

Nenhum comentário:

Postar um comentário