segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Astrolog 27 de Novembro 2010

Astrolog de 27 de Novembro de 2010
Horário de Início : 4:00 UT.
Local: Rio de Janeiro / Observatório Nuncius 1
Equipamento : Sky Watcher 150mm Explorer (Newtoniano).
Seeing - 4 (0-5)
Transparência- 2 (0-5)

Rápida sessão observacional . As condições de poluição luminosa eram bastante intensas com luz no prédio a frente atrapalhando bastante o observação. Por volta de 1:00 da manhã ( horário local) se tornou possível observar. O Observatório 1 é o local mais urbano que o Nuncius observa.  A NELM ( naked eye limit magnitude) estava perto de 3.5.  Muito ruim mesmo.

Ainda me adaptando ao novo telescópio fiz um alinhamento polar para inglês ver.

Coloquei uma ocular wide field 25mm e iniciei o rápido tour pela constelação de Carina

IC 2602 - As Plêiades do Sul. Belo aglomerado aberto. o novo refletor com a 25mm necessita de praticamente dois campos oculares para percorre-lo inteiro . 50´ de arco. Um favorito cobrindo a área de quase 2 luas cheias. Contei mais de 50 estrelas.

A partir de  IC 2602  não usei mais sequer a buscadora.

Seguindo o instinto fui seguindo as estrelas do campo próximo e isto me levou ao próximo aglomerado aberto.

NGC 3372 - Eta Carina e tudo associado a ela. Diversos aglomerados abertos e nebulosidade . A nebulosidade só percebida com visão periférica. Utilizei apenas a 25mm. Cobre uma área enorme. Cerca de 2o graus.

NGC 3293- Bem próxima . Caminhando levemente para leste vejo este belo aglomerado aberto . Bem menor que os outros citado apresenta estrelas com diferentes cores . Algumas já em fase gigante vermelha. Deve ser mais antigos que os outros aqui citados . Muito interessante . Com cerca de 35´. Foi o que permaneci observando por mais tempo. Com a ocular de 10mm resolve-se um numero ainda maior de estrelas. Porém se perde um pouco do colorido que torna este aglomerado tão atraente. 

Seguindo brincando com a ocular de 25mm pela região desemboco em meu ultimo DSO da noite:

NGC 3532- Outro enorme aglomerado aberto. Me lembra de certa forma  estrutura de NGC 3372 . Só que menor . E sem nebulosidade. Bom para ser visto com a 25mm . Cobre uma área de cerca de 1o.

Já ia tarde e um vizinho resolveu acender todas as luzes no prédio em frente. Vinha nascendo o Cruzeiro do Sul mas eu encerrei a sessão . O Cruzeiro vai aguardar condições melhores.

P.S . - O mapa apresnta- se como eu vi. 1 hora da manhã ( horario de Brasilia). Olhando-se para o Sul.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Skeptic Australis - Zeta Reticuli

Skeptic Australis - Zeta Reticuli , os Grays e Nancy Lieder



O sistema binário de Zeta Reticuli é bastante interessante por suas características físico químicas . Além de ser um grupo querido pelo Nuncius devido a sua posição austral. Zeta não é visível da maior parte do hemisfério norte .

Os sistema consiste em duas estrelas semelhantes ao nosso Sol. Zeta 1 tem cerca de 96% da massa do Sol e Zeta 2 possui 99% da massa solar. Apesar disto apresentam diferenças significativas sendo ambas deficientes em metais em comparação a nosso sol.

Apresentam também um nível de luminosidade considerado baixo pelo diagrama HR. levando em conta seu tipo e idade. Suas magnitudes são ,respectivamente, 5.54 e 5.24. E sua classe espectral é G3 e G2.

Suas semelhanças acabam ai e ai que começa a ficar bom.

Elas seriam o lar de uma população alienígena , chamada pelos ufólogo de os Grays.

O Principal porta vez dos Grays junto a nós responde pelo nome de Nancy Lieder.

Nancy Lieder é a proprietária do web site Zeta talk. Ela alega estar em comunicação telepática com estes desde 1993 e ela os chama de Zetas . Ela teria permitido o implante de material genético zeta em seu cérebro e graças a isto poderia se comunicar telepaticamente com estes. Ela seria “ comunicadora da mensagem Zeta”.

Calma que vai ficar ainda melhor...

O Objetivo do Grays seria nos informar e ajudar a impedir as tragédias que seriam causadas pelo retorno de Nibiru , o Planetas X . E isto seria feito através de seu emissário Nancy Lieder.

Nancy Lieder parece possuir um monopólio sobre a verdade e defende que “ se alguma teoria humana a contradiga ela ( a teoria) esta errada” e em sua pagina ela garante a certeza disso devido a sua relação com os Zetas.Infelizmente , para Nancy, os Zetas lhe contam muitos absurdos e asneiras.

Algumas são incríveis:

-Nancy ( e o Zetas) alegam que StoneHenge é mais antigo que o 12º planeta e sobreviveu ao cataclisma anteriormente causado por ele por estar situado sobre rocha solida. Isto não é verdade . Stonehenge foi reconstruído e recuperado diversas vezes entre 1901 e 1958 e muitas das rochas estão presas por concreto.

-O cometa Halle Boop não existiu .Infelizmente Nancy não o viu se recusando a sair de casa . Posteriormente inventou uma história de que aquilo não era cometa e que ela e os zetas sabiam que aquilo era uma estrela que explodiu. Depois disse que isso era mentira e que ela estava apenas testando o sistema. Um papo de Maluco . Aqui vai a transcrição de uma entrevista de Nancy no site sci.astro:

NL (1995): Hale-Bopp is a hoax.   ( O Halle -Bopp é uma fraude)

SA (1995): No, it's a comet. We can see it.  ( Não, é um cometa . Podemos ve-lo)

NL (1995): No, you can't, you're part of the hoax. It's an exploding star. ( Não , não  podem. Você é parte da fraude. É uma estrela explodindo)

SA (1997): We have two years of tracking data. It's a comet. ( Possuimos 2 anos de mapemento e dados)

NL (1997): No, NASA is slipping in tracking data to deceive you and align with a real comet. ( não a NASA está vazando os dados para enganalo e alinhar com um cometa real.)

SA (1997): Yes, it's a real comet! ( Sim é um cometa Real!)

NL (2002): You only think I was wrong, but really I was lying to you, so the Zetas were right again!
( Vc apenas acha que estou errada , mas eu estava mentindo para vc , logo os Zetas estavam certos novamente.../)
SA (2002): ???



Como podemos perceber a moça é completamente louca .

O Skeptic Australis fica por aqui mas se você quiser rir um bocado vão alguns sites que podem ajudar a desopilar. Aqui você vai saber tudo sobre os grays e outros amigos...
www.zetatalk.com/


www.laughton.com/paul/rfo/nancy/whois_nancy.html

O Nuncius aguarda ansioso por noites mais claras para visitar Zeta Reticuli. Ainda não foram confirmados planetas em sua orbita...

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Schiaparelli e os Canais Marcianos


Uma dos mais famosos equívocos astronômicos de todos os tempos foram os "canais marcianos". Até hoje levantam questões e são fonte de discussões . Muito da mitologia sobre marcianos e et´s surge da interpretações do que um certo telescópio mostrou e do que um certo astrônomo viu através de sua ocular.
Giovanni Virginio Schiaparelli nasceu em 14 de março de 1835 em Savigliano no Piemonte , Noroeste da Italia . 
Seu interesse pela astronomia remonta a mais tenra idade. Reza a lenda que aos quatro anos ele viu estrelas cadentes e perguntou a seu pai  o que eram. Este  respondeu que só Deus sabia. Ele não acreditou.
Anos mais tarde isto levou a diversos eventos que viriam a mudar a história da exploração espacial e do planeta vermelho em especial.
Seu curiosidade foi ainda mais estimulada pelo eclipse total que viu em 8 de julho de 1848. Posteriormente o padre de sua paróquia  apresentou-lhe o primeiro telescópio e por neste ele viu as fases de Venus , as Luas Galileanas e os anéis de Saturno.
Sua formação universitária se dá em arquitetura e engenharia hidráulica e é realizada na Universidade de Turim. 
Formou-se em 1854.
A volta quântica se dá quando este ganha uma bolsa  e vai ser treinado em astronomia no Observatório de Berlin , na época chefiado por Johann Franz Encke ( o do cometa). Durante dois anos ele permanece sobre a direção do ilustre diretor . Seu curso é concluído com mais um ano de estagio no Observatório de Pulkova sob as ordens de Wilhelm Struve ( o das estrelas duplas) .
Finalmente ele se revela e aquela questão sobre estrelas cadentes lhe mostra o caminho.
Nos anos 1860s Schiaparelli faz história: Sua brilhante investigação sobre as chuva de meteoros de agosto a associa a órbita do cometa Swift- Tuttle( 1863 III) E graças a isto ele ganha o Premio Lalande concedido pela academia francesa de Ciências. E responde a questão que tinha feito aos quatro anos.

Com isto ele ganha muito prestigio, em uma Itália récem fundada, e consegue um novo telescópio. Um refrator de 220mm feito por Merz . Este poderoso telescópio é instalado no telhado do Palácio Brera em 1874.
Inicialmente ele usa para pesquisar estrelas duplas ( provavelmente por influencia de Struve).
Não é antes de 1877 que ele o utiliza para observações planetárias. 
Com este ele determina a duração do dia mercuriano em 88 dias . A verdade só seria revelado em 1965 por radio astronomia. O período de rotação de Mercúrio é de 58.65 dias.
Mas finalmente vamos falar do canais em uma famosa , ou seria infame, história da astronomia.
O ano é 1877 e no outono  Schiaparelli acredita ter momentos de seeing sensacionais e começa seus desenhos. Ele pretende utilizar a nomenclatura já utilizada em antigos mapas da superfície marciana , como os feitos por Proctor e  Flammarion em seu mapa de 1876.
Porém ele é obrigado a adaptar, acrescentar alterar devido aos detalhes que percebe em seu refrator de 8.6 polegadas .
O mapa de schiaparelli é fruto de sua formação clássica e apresenta nas areas escuras nomes de mares. Mar do Cimérios (Mare Cimmerium) , Mare Thyrennum e etc...

O resultado é uma mapa que evoca emoções terrenas e com isto só já dá asas a imaginação.
Quando ele utiliza o terma Cannali ( em italiano ) é a gota dágua.
Com suas continuadas observações Schiaparelli percebia cada vez mais detalhes e estes tinham ,em sua maioria, formas retilineas. 
Com isto surge uma das maiores lendas da astronomia . 
Os canais marcianos ,apesar de variações ,  começaram a ser vistos por varios observadores e diversas hipóteses se formaram.
 A mais querida seria a de uma civilização marciana desenvolvendo canais de irrigação para combater um planeta seco. 
Schiaparelli não fora o primeiro a os perceber mas fez uma mapa muito claro.

Porém a presença constante do termo "cannali" no mapa de Schiaparelli acaba levando a um equivoco etimologico de longo alcance. Especialmente quando o termo é traduzido para o inglês como "canals" invés de" channels" .Desenhos posteriores (1879) fortaleceram a impressão de que os canais ( canals) seriam artificiais bem como defesas apaixonadas da hipotese de um planeta vivo  por Schiaparelli. Estas eram no melhor estilo Flamarion ( Um astronomo francês que misturava espiritismo e Ets a sua ciência e que fizera também mapas da superficie marciana...)  .

 Mas é importante lembrar que apesar de Schiaparelli acreditar na possibilidade de vida organica em Marte ele não acreditava que se tratassem de estruturas artificiais , construidas por um inteligencia alienigena.  Ele explica que por estes canais ( Channels) a agua poderia escoar por um Marte seco e com isto ser a principal via para se  transportar vida organica pelo planeta. Ele expõe isto em seu Livro " Life on Mars" 

 Schiaparrelli  usa deste apelo  para obter um novo telescópio de 490mm e poder incrementar os estudos sobre o planeta . Porém o telescópio não apresentava a mesma qualidade de seu antigo e apresentava um forte desvio para o azul ( aberração cromática).
Posteriormente a lenda iria crescer com Percival Lowell , que levou a idéia as margens da loucura e construi um belíssimo observatório para observar os tais canais. Lowell era um grande herdeiro e sua fixação pelos canais marcianos acabou levando a um grande salto na astronomia graças ao telescópio por ele construído. Mas ele se torna  uma figura marcada por sua obsessão de um planeta habitado por ets . Sua figura é, para mim, meio tragicômica. 

Mas os canais marcianos acabaram por se provar um ilusão de otica e viraram uma espécie de piada. Mas graças a obsessão destes homens foram sido construidos diversos telescópios que levaram a grandes avanços na astronomia. Um caso slassico de mirar em uma coisa acertar em outra...


sexta-feira, 19 de novembro de 2010

O James Webb poderá ver Erupções em Exo-Planetas

O  telescópio espacial James Webb , sucessor do Hubble, deverá entrar em órbita somente em 2014 . Ele poderá "ver" indícios de erupções vulcânicas nos exoplanetas mais próximos. Ainda esta muito além de nossa capacidade observar o disco de planetas extra solares, porém astronomos tem se mostrado capazes de perceber assinaturas químicas  de certos elementos na atmosfera  de gigantes gasosos que orbitam muito próximos a suas estrelas.
Um Novo estudo teórico realizado cientistas do Instituto de Astrofísica  Harvard- Smithsonian sugere que JWST será capaz de detectar o dióxido de enxofre liberado por grandes erupções em exoplanetas "próximos". Diversos gases são liberados nestes eventos e o dióxido de enxofre demora mais tempo para sumir da atmosfera , permanecendo bastante tempo em suspensão. Seria necessária uma erupção de 10 a 100 vezes mais poderosa que a que ocorreu no monte Pinatubo em 1991. " teria de ser algo realmente catastrófico que liberasse grandes quantidades de gás na atmosfera" como dito pela pesquisadora Lisa Kaltenegger.


Mais em www.jwsp.nasa.org

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O Mais " Jovem " Buraco Negro Descoberto.

Astronomos americanos alegam terem achado evidencias do mais "jovem" buraco negro na nossa vizinhança cósmica. Levando em conta a pequena distancia de 50.000.000 de anos luz da galáxia onde este se encontra ele seria fruto de uma super nova de apenas 30 anos. Os restos desta super nova  poderão ajudar os cientistas a entender processos por trás da formação de buracos negros ou de estrelas de Neutrons. Um release da Nasa realizado na ultima segunda feira alega que a descoberta pode ajudar a determinar o numero de buracos negros na nossa galáxia e pelo universo afora.
Dados obtidos com Chandra X-Ray observatory indicam uma fonte constante de raio x , estável no período de observação entre 1995 e 2007 , que indicam um buraco negro sendo alimentado pelos restos da super nova ou por uma companheira em um sistema binário.
Os cientistas acreditam que o buraco  negro se formou quando uma estrela 20 vezes mais massiva que o sol entrou em colapso. Ele foi observado pela primeira vez  por um astronomo amador em 1979.
" Se nossas interpretações forem corretas este é o exemplo mais próximo e recente do nascimento de um buraco negro conhecido até hoje." Isto é o que diz Daniel Patnaude do Harvard - Smithsonian Center for Astrophysics em Cambridge, Massachussets.
Outra possibilidade seria que o objeto fosse uma jovem estrela de neutrons . Porem os dados indicam que seria mesmo um buraco negro.
Aguardando novidades...

sábado, 13 de novembro de 2010

Plutão é Maior

Ainda em disputa certos dados indicam que Plutão é o maior objeto trans-neptuniano conhecido. Assim Eris deixa de ser o maior planeta anão. A ocultação de uma estrela na constelação de cetus indica um tamanho menor para Eris . Há duvidas ainda devido a dificuldade de se avaliar o tamanho do planeta ( ou algo assim). ele se encontra a 9.000.000.000 de km mais distante de seu irmão.
 O telescopio apelidado de trapista (60 cm) em La Silla revelou a ocultação de uma estrela durando apenas cerca de 27 seg.
Com isto o tamanho de Eris seria inferior ao de Plutão.
Outros telescópios registraram o fato.
Mais informações na Sky and Telescope.
http://www.skyandtelescope.com/community/skyblog/newsblog/106861063.html

domingo, 7 de novembro de 2010

Novo Cometa Descoberto - C/2010 V1

Dois observadores japoneses descobriram, de forma independente, um novo cometa . Denominado Ikeia-Marukami-C/2010 V1 foi reportado a central de telegramas astronomicos no dia 3 de Novembro. Ele atinge a 8a mag. Acabou de passar por seu periélio a 1.7 UA. Isto é alem da orbita de Marte. Sua orbita foi calculada por Brian G. Marsden e é parabólica. Ele se encontra cruzando a constelação de Virgem. Diversos observadores o descreveram como uma pequena bola enevoada sem rabo. Esta ao alcance de binoculos.Foi descoberto a moda antiga com os observadores com o olho na ocular vasculhando o céu. Uma raridade nos tempos atuais .

   
Cometa Ikeya-Murakami


 Data         A.R.      DEC  ELON
Nov. 5   12 38.0   -02 26  32.6

Nov. 7   12 43.1   -03 06  33.2

Nov. 9   12 48.2  -03 47   33.8

Nov. 11 12 53.3  -04 27  34.4

Nov. 13 12 58.3  -05 06  35.0

Nov. 15 13 03.4  -05 46  35.6