Translate

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Resgatando um Binoculo Dfv 15x50mm

Um amigo me deu um velho Dfv Turfist. Um binóculo de fabricação brasileira com especificações 15x50mm. Nunca tinha ouvido falar.... Mas adoro binóculos meio fora de esquadro. Um dos meus favoritos é meu 20x50mm . Apesar dos campos mais reduzidos gosto do poder de fogo dado por uma maior ampliação.
A meses falávamos a respeito do tal binóculo e finalmente ele levou o bruto para o bar onde sempre nos encontramos. Neste dia ele o deixou com o dono do bar para que eu desse uma olhada nele. Peguei o binóculo com o cidadão lusitano que é o dono do botequim.
Muitos fungos. Sujeira e etc... Mas o binóculo me pareceu de qualidade. Toda a parte mecânica bem sólida e sem folgas. Resolvi dar uma chance ao bicho.
Ao longo de minha vida já destrui alguns binóculos. Este eu achei que deveria ser mais cuidadoso.
Me utilizando do livro Binocular Astronomy
 (http://www.4shared.com/file/75698300/15bcb311/Livro_15.html ) e de minha experiência pessoal me preparei para abrir a peça.
Coloquei luvas cirúrgicas e  carinhosamente limpei todas as superfícies oticas com algodão embebido em álcool absoluto.
Atenção: ao abrir e remover as superfícies oticas vc pode arruinar seu binóculo. faça isso " at your own risk".
Primeiro limpe somente as lentes principais , é menos arriscado . Se o fungo estiver concentrado nelas você não vai mexer nos prismas. Melhor. No meu caso uma das objetivas estava muito suja por dentro . Cheia de fungos. Foi necessário apenas um pouco de força para desatar rachar o tubo e limpar a lente.

Infelizmente do outro lado os fungos se concentraram em um dos prismas . Abri o o suporte por cima e removi o prisma mais atacado . Ele é fixado por uma pequena braçadeira de metal.

Não foi difícil. Depois de limpo o coloquei de volta e após algumas horas de ajustes finos consegui colimar novamente o binóculo e voltar a ter uma imagem única. É difícil. Mas possível.
Com todas as superfícies oticas limpas ( bem mais limpas ao menos) o binóculo rapidamente mostrou-se mais brilhante . Aguardo uma noite estrelada para testa-lo de fato. Fiz um pouco de Bird watching observando algumas gaivotas e pude rapidamente perceber a presença de alguns urubus em  meio a grupo.
Não recomendo a ninguém fazer o mesmo mas o binóculo foi salvo dos fungos e não tive gasto nenhum. Dá muito trabalho e o ajuste pode ser muito delicado. Mas o resgate do Dfv Turfist me deixou muito orgulhoso ....

5 comentários:

  1. Comprei um Turfist 15x50 recentemente. Os binos da DFV são bons. A linha Turfist é mais leve que a Pioneiro. É perigoso, para o iniciante, fazer manutenção em binóculos: não recomendo. Depois de limpas as lentes, o bino ficou muito bom. Ainda prefiro o Pioneiro 15x50. Mas o Turfist é muito bom.

    ResponderExcluir
  2. Já limpei binos também , assim . Realmente eles se desalinham e temos que ter muita paciência para acertar . Sempre vale a pena tentar , mas procure alguem com experiência .

    ResponderExcluir
  3. Tenho muitos binóculos e todos - sem exceção, já desmontei e efetuei limpeza de todas as partes óticas. Efetuo a limpeza usando detergente neutro e água corrente, ficam perfeitos, sem a mínima sujeira. Gostei de seu relato quanto ao dfv 15x50.

    ResponderExcluir
  4. Estou buscando informações sobre o dfv 15x50 pois comprei um de um conhecido,vai precisar de limpeza devido sua idade, mas já vi que está em ótimas condições está bem ajustado e conservado.

    ResponderExcluir
  5. Comprei recentemente um dfv turfist 15x50, com algumas sujeiras no interior. A parte das oculares foi fácil desmontar e limpar, mas nas pates das objetivas os barris estão grudados e com toda força que fiz não consegui desatarrachar. Alguém tem idéia como posso fazer? Abraços.

    ResponderExcluir