segunda-feira, 5 de maio de 2014

Ngc 5662: O Aglomerado da Mariposa Cigana

               

                 A lua nova sempre me inspira a tentar a sorte contra a poluição luminosa carioca. Como obtive algum sucesso com C 84 esta semana e acabei por conseguir um alinhamento polar com alguma qualidade estou eu de volta a "Stonehenge dos Pobres".   O outono traz de volta a janela meu tão querido Centauro. E com ele um dos objetos descobertos por Lacaille em seu levantamento dos céus austrais realizado no século XVIII. 
                Ngc 5662 é a Lac. III.8 . Isto significa que Lacaille o colocou na categoria de estrela e /ou estrelas acompanhadas de nebulosidade. É difícil imaginar quias seriam as duas estrelas que ele resolveu. Mas levando em conta suas modestas lunetas é um achado bastante interessante. V Cen se encontra na região é é provavelmente um membro do aglomerado e é séria candidata a uma das estrelas em questão.  Mas ela é extremamente destacada d aglomeração central para se parecer envolta em nebulosidade mesmo para os modestos equipamentos do Abbe. Assim eu imagino que ele se referiu a  HD 127753 e HD 127866.
                John Herschel (o filho) a descreveu assim : "Grande, bem brilhante,um aglomerado esparso da classe VII que mais que preenche o campo 50 estrelas mais ou menos de 9a  a 12a magnitude; estrela principal 7a magnitude um pouco isolada. utilizada para localizar o aglomerado."
                Já no catalogo NGC: "Aglomerado , grande, bem rico,  pouco comprimido, estrelas de 9a magnitude e  mais fracas."
                Devido a uma daquelas coincidências que nada tem a ver com as leis mais fundamentais do Universo James Dunlop registrou o aglomerado exatamente 145 anos antes do meu nascimento e 177 anos antes do nascimento de minha filha . Naquela noite de 10 de julho de 1826 ele parece ter sido o primeiro a perceber a natureza alongada e dividida do aglomerado.
                    Seus 280 membros possuem uma distribuição bastante peculiar. O "núcleo" do aglomerado é esparsamente povoado embora perceba-se uma concentração obvia junto ao centro e uma outra  mais esparsa bem ao sul. Parece que o aglomerado sofreu um puxão simultâneo ao norte e ao sul e tenha sido" estripado" formando uma espécie de aglomerado duplo.
                Estudos mais recentes (Sagar 1997) demonstram que o aglomerado possui duas gigantes vermelhas. Uma delas com 7a magnitude é certamente a estrela que Herschel usou para situar o aglomerado (HD 127753). Seu tipo espectral é K5. Sagar ainda confirma que V Cen ( esta  uma variável cepheida com período um pouco superior a 5 dias)  é um membro nas bordas do  aglomerado . É fácil acompanhar seu ciclo e vale a pena conferir esta estrela variável. Ngc 5662 tem uma massa de 256 sóis e  sua extensão é de 17.5 anos luz com uma densidade de 0.5 estrelas por parsec cúbico. Sua idade é em torno de 80 milhões de anos fazendo dele um aglomerado relativamente jovem e contemporaneo da Plêiades. Sua metalicidade é semelhante ao sol.



                Apesar de sua magnitude de 5,5 localizar Ngc 5662 em locais de muita poluição luminosa não é tão fácil como seria de se supor. Eu parti de Alfa centauro e com o auxilio do Stellarium calculei a distancia até V Cen. 4,5o . Aproximadamente um campo de buscadora rumo norte. Depois de algumas tentativas cheguei a estrela ( que pelas minhas contas se encontrava quase em seu máximo). Com a ocular 25 mm e uma rápida escaneada acabo percebendo o aglomerado que possui estrelas fracas. Ele se resolve e não percebo nenhuma nebulosidade. cobre uma bela parte do campo de visão.  Cobrindo uma área semelhante a da lua cheia ele é melhor observado com pequenas magnificações. Nem tentei a 10 mm.
                Agora uma história interessante. Steve O´Meara batizou o aglomerado como " Gypsy Moth Cluster" não só devido a sua fantasia como em uma homenagem a  Etienne Leopold Trouvelot , um grande astrônomo, que trabalhando com o grande refrator do Observatório Universidade de Harvard realizou alguns dos mais belos desenhos de DSO´s conhecidos.

                Mas não é lembrado por isto. Ele importou as "Gypsys Moths" ( uma espécie de mariposa.  L. Dyspar) para implementar a industria da seda nos E.U.A. . Não deu certo e as pequenas criaturas tornaram-se uma praga na nação. Há registros de chuvas de lagartas pela região. A primeira infestação foi registrada em 1899 e o programa para sua erradicação começou em 1890. Continua ativo...
5 exposições de 30 segundos ASA 6400 . Newtoniano 150 mm F8

                Realizei alguma poucas exposições de Ngc 5662 quando esta estava praticamente cruzando o meridiano. E assim acabei com o Telescópio travado contra o tripé logo após poucas exposições.. Mas o registro ficou bem fiel e apresenta claramente a estrutura dividida e o formato que lha dá seu apelido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário