domingo, 4 de maio de 2014

Alinhamento Polar para Preguiçosos

         
           Alinhamento polar é uma das partes mais difíceis da Observação. O Método do Drift é extremamente eficiente porém chatíssimo. E não é possível se você não dispõe de um horizonte livre tanto para norte como para sul.  Realizar um alinhamento pelo drift pode demorar ( e demora) varias horas. 
                Não é para mim.
                Por outro lado adoro o prazer da caça. É a parte que mais gosto do jogo. E assim uma cabeça com go-to é algo impensável. Vou deixar isto para minha aposentadoria.
                Então como juntar a minha pouca paciência com a necessidade de um alinhamento polar ao menos digno para  a pratica da astrofotografia?
               " Descobri " recentemente o inovador método do Alinhamento Polar para Preguiçosos. É um sistema  que atende a minhas macunaímescas necessidades na "Stonehenge dos Pobres". E que tenho adotado em qualquer lugar.   Penso inclusive fazer uma camiseta com " Drift Nunca Mais" estampado no meio dos peitos.
                O processo é bastante simples e garante um alinhamento que em um primeiro momento garante exposições de até 30 segundos com um minimo ou até mesmo nenhum Drift. No Observatório mais Urbano do Mundo o brilho do céu dificilmente permite exposições superiores a 15 segundos. ( Bortle 7-8) .
                Para realizar o processo eu recomendo escolher uma estrela brilhante que se encontre em uma posição confortável para observação no horizonte sul. Eu já utilizei Alfa Crux e Alfa Centauro. Ela deve ser facilmente percebida a olho nu. Canopus é também uma boa opção se você morar bem ao sul. Aqui ela passa um pouco alta demais . Miaplacidus é outra boa opção.
                Depois de escolhida (Acrux) nossa estrela guia você se dirige até seu computador e inicia o Stellarium , o Cartes du Ciel ou qualquer outro programa planetário que possuir.  
                Com Acrux selecionada você abre a aba de controle de  hora e data. E descobre facilmente a hora exata que ela vai cruzar o Meridiano.

             Depois avance ou recue o tempo ( grandes poderes...)  até você  ler 180o 00´00´´ cravado no marcador de Azimute e Altura do Cabeçalho a esquerda e em cima do Stellarium. Veja o horário exato que isto acontece.  No nosso exemplo 21:29 min.( Foto Abaixo)
Veja o horário que a estrela cruza o meridiano.




            Com a cabeça já grosseiramente apontando para o sul ( uso a bussola do I phone para isto)  regule  ela para a altura indicada no mesmo cabeçalho. No nosso exemplo 49o44´.
                Agora aguarde Acrux chegar até o horário que esta vai cruzar o meridiano e seja rápido. Naquele exato instante você devera regular sua cabeça de forma a ver Acrux centralizado com o eixo polar de sua montagem. Ao olhar pelo furo onde deveria habitar uma buscadora polar que não possuo. Como na foto ao abaixo...


            Agora é só baixar a cabeça equatorial  de 49o44´ para sua latitude. No meu caso 23o .

            Depois eu coloco o meu 15x70 mm sobre a montagem e dou uma pequena refinada no alinhamento com o auxilio de s Octans e BQ Oct.


            Depois é fazer uma foto e checar o tempo de exposição sem drift das estrelas.

Ngc 5662 .4 X 30 seg. asa 6400

            Tenho conseguido 20 segundos de exposição  regularmente. E 1 minuto em dia bom... Creio que o erro periódico de minha EQ2-3 velha de guerra não permitiria mais que isto sem acompanhamento nem com auxílio de magica....





                

8 comentários:

  1. Show esta técnica, tentarei hoje a noite!

    ResponderExcluir
  2. Excelente técnica. Confesso que alinhar adequadamente o PSC é uma desgraça na vida de um astrofotógrafo (quando precisa mudar a montagem de lá prá cá). No meu caso, uma janela fica para o Sul e a outra, para Oeste, em quartos diferentes e sempre tenho que mover a montagem. Já tentei de tudo e, em uma das vezes, consegui uma bom tempo de exposição. Precisei mudar a montagem e nunca mais acertei "na mosca". Vou tentar esse seu método (assim que o céu daqui estiver limpo). Sempre uso a estrela Atria para tentar acertar mas só a vejo bem através da buscadora superior. A Acrux é bem mais fácil. Vou tentar essa técnica com a Acrux. Obrigado pela dica. Infelizmente na minha montagem não tem o "buraco" para buscadora polar (AZ-EQ5 GT) e tenho que me virar. Consegui "quase" um bom alinhamento com um App no meu Galaxy "Celestial Pole2". "Grudo" ele na frente do OTA e ele me dá a posição para qual devo apontar. Mas acho que estou fazendo isso errado, uma vez que eu deveria utilizá-lo na montagem sem o OTA. Muito obrigado por disponibilizar a dica. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dependendo do mês muda a estrela mais indicada para i procedimento. Na Primavera ( estamos em outubro) a estrela que uso é Peacock logo no inicio da noite. Um pouco mais tarde e mais para o fim da estação recomendo Achernar.

      Excluir
  3. Onde vejo o meridiano celeste no Stellarium ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Abra o Stellarium. Escolha uma estrela . Quando esta estiver marcando 180 graus no cabeçalho onde se lê " Azimute /Altura em cima à esquerda ela estará cruzando o meridiano. Azimute = 180 0´00´´ = Estrela cruzando o meridiano naquele momento. Ou onde se lê "Angulo horário/Declinação" o angulo horário indicar 00;00 ;00 também será muito próximo...

      Excluir
    2. Para locar o seu meridiano no Stellarium, digite (;) ponto e virgula. Vai aparecer em verde o seu meridiano verdadeiro.

      Excluir
  4. Poderia explicar melhor essa refinada com o 15 x 70? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simplesmente utilize o binoculo como sua buscadora. Com o maior poder de fogo e sem ter que inverter todas as direções fica mais fácil obter uma maior precisão.

      Excluir