terça-feira, 6 de maio de 2014

IC 2488: O Último Lacaille e a Saia Rodada

           

            
            A lua nova rendeu pela "Stonehenge dos Pobres" .
            O único objeto Lacaille que eu nunca tinha observado o foi.  
            IC 2488.
            Este possui dois apelidos bastante poéticos .  O Aglomerado do Colar de Pérolas e  O Aglomerado da Saia Rodada.  Ambos estão mais para liberdade poética que propriamente uma descrição. A saia rodada é uma sugestão muito distante. Talvez um modelito renascentista com "verdugado". E as pérolas são multi coloridas... Realmente desconfio que o O´Meara  inventa  nomes no seu livro  "Hidden Treasures".
            O fato de ser o ultimo DSO do Catalogo Lacaille a ser observado não é apenas uma coincidência. A astronomia é cheia delas. O Aglomerado deveria ser bastante fácil de ser localizado e sempre tentei chegar a ele passeando com a buscadora  de um lado para o outro. Não por ele mesmo já que se apresenta discreto diante da furiosa poluição luminosa do Rio de Janeiro e eu já havia procurado por ele nos céus mais escuros de Búzios e não o tinha achado. Habitando a 6a magnitude e com 15´de diâmetro segundo o Stellarium sempre achei que ele deveria ser  facilmente percebido pela buscadora. E ainda por cima Lacaille o identificou com uma luneta de 8x25 mm . Sua descrição " Uma estrela tênue cercada por nebulosidade" me iludiu. Com minha buscadora 10x50 mm achei que iria "resolver" o aglomerado. Ledo engano. Nunca consegui percebe-lo pela buscadora. Os céus da Cidade do Cabo no século XVIII deveriam ser bem escuros. E o Abbe Lacaille possuía olhos de lince.
            O aglomerado foi classificado por Lacaille como III . 4. O Abbe descreve desta forma o sistema de classificação de nebulosas que ele utiliza em seu " Sobre as Estrelas Nebulosas do Céu Austral" publicado no Memoirs da Real Academia Francesa de Ciências em 1755 :  " Eu primeiro observei que três tipos de nebulae podem ser percebidas nos céus; o primeiro não é mais que uma área esbranquiçada e mal definida, mais ou menos luminosa e de formato bastante irregular: estas regiões são muito semelhantes ao tênue núcleo de um cometa sem cauda. A segunda classe compreende estrelas que só são nebulosas para a vista desarmada e que quando vistas com um telescópio se revelam um aglomerado de estrelas distintas ainda que muito próximas umas das outras. A terceira classe  de nebulae inclui as estrelas que atualmente são acompanhadas ou cercadas por áreas esbranquiçadas ou nebulae da primeira classe descrita"  
            Do "Observatório Mais Urbano do Mundo" decidi fazer um "aproach" menos probabilistico e chegar até la utilizando o infalível método do "StarHooping". Na verdade muito pouco "hooping" já que o aglomerado encontra-se a apenas 30´de N Velorum. E esta é visível a olho nu mesmo no meio do canteiro de obras do metro carioca. Com auxilio de óculos. Magnitude 3.16.  Ela forma um  triangulo com Kappa Velorum e Aspisdiske no Falso Cruzeiro.

            N Velorum é uma bela gigante vermelha (K5) . É uma tangerina cósmica inconfundível e uma variável. . Bela estrela. Com ela centralizada é só caminhar um pouco a oeste e IC 2488 vai aparecer em uma ocular wide field ( 25 mm).
             A descrição de Dunlop ( um outro sócio aqui do Nuncius Australis) é bastante exata:
" Um fraco aglomerado de [fracas] estrelas de magnitudes diversas, com duas ou três estrela bem brilhantes "
            Em seu   " Catalogo de Nebulosas e Aglomerados de Estrelas no Hemisfério Sul" de 1827 ela ainda repara que o aglomerado é , provavelmente, 485 Argus que foi descrito por Bode como " tênue e cercado por nebula".
            Com o "Newton" ( um refletor de 150 mm) sua concentração central se destaca como duas fieiras de sóis mais brilhantes cercadas por algumas dezenas de estrelas mais fracas. A maior parte das  estrelas são bem fracas. 11a magnitude.
            O aglomerado é bastante estudado e apresenta algumas gigantes vermelhas . Através de estudos fotométricos supõe-se uma idade entre 90 milhões e 180 milhões de anos. Ele parece ter envelhecido em estudos mais recentes. Perdrera em 1987 calculava que o mesmo em uma fase evolutiva entre as Plêiades e Ngc2516. (  http://adsabs.harvard.edu/abs/1987AJ.....94...92P   )
            Uma nebulosa planetária se esconde em meio a IC 2488. RCW 44 localiza-se a 51´ a nordeste do centro do aglomerado. Mas com diminutos 2´´ esta ao alcance somente para os possuidores de grandes telescópios. É um alinhamento casual.
            IC 2488 é um delicado aglomerado e bastante interessante. Requer uma observação bastante atenta para perceber todo seu colorido.

41 expX10 seg Asa 3200+ 5 Dark Frames Canon T3 Newtoniano 150 mm F8

           
         
1 exposição 15 seg. ASA 6400


            Realizei diversas experiências fotográficas com ele. Mas isto é assunto para outro dia.
            Astro fotografia é a melhor diversão.




Um comentário:

  1. Bela descrição e imagens. Conseguiu um bom destaque do aglomerado

    ResponderExcluir