terça-feira, 28 de agosto de 2012

Vorontsov- Velyaminov, Nebulosas Planetarias e NGC 6445 – The Box Nebula.



NGC 6445

Boris Vorontsov-Velyaminov (1904-1994) foi um astrofísico russo. Seu nome não é tão conhecido como o de Walter Arp. Mas ele também deixou um grande catalogo de galáxias que passam por algum processo de interação. Mas sua herança para a astronomia é muito maior que isto.  
Seu sistema de classificação morfológica de nebulosas planetárias é o mais utilizado atualmente (embora não o único) e foi apresentado em 1934.  Um legado mais desconhecido por nossas bandas é que ele é o autor do livro texto mais popular em astronomia na antiga União Soviética e utilizado no ensino médio da Rússia e Cia...
Seu sistema se divide em seis categorias principais e duas destas apresentam subtipos.
            1
Imagem Estelar Ex: IC 4997
2
Disco regular ex: 2003 (a. Mais brilhante em direção ao centro ex: IC 4776 b. Uniforme ex: IC 2448 c. traços de estrutura anelar ex: IC 972).
3
Disco irregular ex; IC 7008(a. Distribuição de brilho muito irregular ex: IC 4776 b. traços de estrutura anelar ex: NGC 246).
           4
Estrutura Anelar ex: M57
           5
Forma irregular semelhante a uma Nebulosa difusa ex : NGC 5189
           6
Forma atípica ex: NGC 6302
Obs.: Nebulosas Planetárias com estruturas mais complexas podem ser classificadas por uma combinação de categorias. Ngc 6886, por exemplo, é classificada como “2+3” devido à complexa morfologia de seu disco.

            Agora que sabemos como classificar nebulosas planetárias eu gostaria de apresentar uma das mais estranhas do firmamento. Conhecida como “The Box Nebula” (algo como “ A Nebulosa – Caixote)  NGC 6445 é um passeio muito interessante por Sagitário.  Ela também é conhecida como “ The Little Gem”. Aliás em rapida pesquisa descubro que 6445 tem vários apelidos. Um dos mais estranhos é " The Crawling Monster Nebula "....
            Embora visível com quase qualquer telescópio seja necessário ao menos 150 mm para que NGC 6445 revele sua bizarra estrutura.
            O material que em ultima instancia forma uma nebulosa planetária é expelido por uma estrela semelhante em massa ao nosso sol. É uma das mais curtas fases da vida de uma estrela. Não dura mais que alguns milhares de anos. O material expelido pela estrela assume um formato cilíndrico. Se olharmos por este eixo nós percebemos o clássico formato de um anel de fumaça. Como em M 57. Mas conforme o tempo passa outras influencias gravitacionais , como o fluxo de matéria saindo de sua estrela progenitora ou a presença de uma família de planetas , vão retorcendo a matéria e transformando esta concha em algo bem mais complexo morfologicamente.
Estudos demonstram que NGC 6445 é uma das nebulosas planetárias mais antigas da galáxia. Têm provectos 3.300 anos. E assim houve tempo para que ela assumisse seu estranho formato. Ngc 6445 não é somente uma das mais antigas NP. È também uma das maiores e se espalha por algo como quatro anos luz.  É importante ressaltar que seu formato é também devido à perspectiva que nós olhamos. São muito estranhos ângulos retos em estruturas naturais...
Fotografias revelam uma estrutura bipolar altamente assimétrica.  Com um anel central mais brilhante cercado por tentáculos nebulosos mais tênues.  Na escala V-V eu imagino que sua classificação seria “6+3b”.

Agora vem a melhor parte.
Para se localizar Ngc 6445 você irá fazer um tour de force por diversos DSO`s em Sagitário.  È uma nebulosa 3 em 1. Seu maior desafio será localizar a nebulosa em meio aos ricos campos estelares da região.
Comece localizando M23 (cliqueaqui para visitar este caminho) Este será um visual interessantíssimo com a pequena magnificação que você estará usando para fazer o “hoop” até 6445. Eu usei minha ocular wide angle 25 mm. ( 48x)  .
A sudoeste de M23 você vai perceber um sol amarelado brilhando com magnitude próxima a 7.  HiP 87782 é o seu registro no Stellarium. A partir dele localize um triangulo de estrelas cerca de 1º mais ao sul. Depois pule mais um grau na a direção que o triangulo aponta e você vai perceber NGC 6440. Um belo globular que não se resolverá. Este está a menos de 1/3 de grau ao sul de nossa Box Nebula. Preste atenção e a localize. Depois aumente a magnificação e explore esta atípica nebulosa planetária.  Sua estrela central brilha em, com a ridícula magnitude 19.
Não deixe de aproveitar e dê uma namorada em Ngc 6440.   Não espere resolver este globular. Suas estrelas não brilham acima de 16ª magnitude e, portanto somente ao alcance de telescópio muito grande...



Nenhum comentário:

Postar um comentário