terça-feira, 24 de maio de 2011

Cap. 4- Catalogo JESS Primeiras Entradas – O Caminho das Pedras

A seguir apresento um guia para a observação das entradas encontradas no capitulo anterior. Apresentarei também um breve histórico sobre os objetos em questão.

O Catalogo J.E.S.S de Nebulosas e Objetos Estelares apresentará este formato.

Após apresentação dos objetos realizada por Silvano Silva e o resgate histórico permitido pela recuperação dos textos do mesmo e apresentados no capitulo anterior, os astrônomos amadores interessados em acompanhar o caminho trilhado por estes pioneiros nos céus austrais poderão utilizar as seções “ Caminho das Pedras” que se seguirá as entradas .

Estas introduzidas seguindo a cronologia original apresentada nos textos de Silvano e Silva .

As coordenadas dos objetos terão como referencia o programa Cartes du Ciel.

Registros de observações que possam ser significativos para a localização ou de caráter histórico podem ser descritos.

Objetos interessantes nas proximidades podem ser apresentados  mas não são de forma alguma parte do Catalogo J.E.S.S.

Serão incluidas duas imagens .

A primeira panorâmica e com o objeto sobre o meridiano e uma que simula a imagem por uma buscadora com 5º TFOV(True Field of View).

A primeira pretende ajudar a localização inicial o do objeto e a segunda seu reconhecimento pela buscadora.

A capacidade o não de se perceber os objetos pela buscadora depende de diversos fatores. A dificuldade de se percebê-lo será apresentada na apresentação de cada objeto. Pressupõem-se céu escuro.

Aqui o Link que remete para o capitulo 3 ( O Catalogo original e parte de sua transcrição)


J.E.S.S. 1


.



Magnitude: 4.00

Brilho da Superfície:

Dimensão: 30.0 x 30.0 '

Posição Angular: 90

Classe: III

Nome: 47 Tucanae

Constelação: Tucana

Coordenadas: Aparente

Aparente RA: 00h24m 34.3s DE:-72°01' 31"

Abaixo da data RA: 00h24m 35.2s DE:-72°01' 20"

Abaixo de J2000 RA: 00h24m06.0s DE:-72°05'00"

Eclíptica L: +311°23'55" B:-62°21'21"

Galáctica L: +305°53'37" B:-44°53'15"



- O Aglomerado Globular NGC 104 é uma descoberta original do Abbe Lacaille. Nos registros históricos anteriores ficou registrado que ele o catalogou em 14 de setembro de 1751. Mas nada impede este de ter realizado observações anteriores do mesmo objeto durante sua viagem para a Cidade do Cabo. Há diversos registros de sua passagem pela cidade do Rio de Janeiro e este realizou diversas observações na época. O objeto é facilmente notado a olho nu em céus escuros. Na verdade é o segundo globular mais brilhante do céu. É um dos poucos objetos de Lacaille ( entres os presentes nos escritos apresentados a este por José Eustaquio) que Silvano Silva apresenta com a mesma numeração utilizada posteriormente no catalogo Lacaille . Esta é uma das mais fortes evidencias de que os escritos apresentados por José Eustaquio para Silvano silva e que se tornaram as primeiras entradas no catalogo J.E.S.S são em grande parte derivadas dos trabalhos do Abbe.

O Aglomerado foi catalogado também como Lacaille I.1 , Dunlop 18 e Bennett 2





J.E.S.S. 2




Magnitude: 3.90

Brilho da Superfície:

Dimensão: 36.3 x 36.3 '

Posição Angular: 90

Classe: VIII

Name: Omega Centauri

Constelação: Centaurus

Coordenadas: Aparente

Aparente RA: 13h27m 31.9s DE:-47°32' 50"

Abaixo da data RA: 13h27m 29.2s DE:-47°32' 32"

Abaixo de J2000 RA: 13h26m 48.0s DE:-47°29'00"

Eclíptica L: +219°55'53" B:-35°13'56"

Galáctica L: +309°06'13" B:+14°57'51"



- Ngc139 é o maior aglomerado globular do céu. Omega Centauro. Foi primeiramente registrado por Edmund Halley em 1677. È percebido a olho nu em céus escuros. Composto por cerca de 5 milhões de massas solares . Foi o primeiro aglomerado a ter registrado diversas populações estelares. Houveram diversos períodos de formação estelar e a fortes indícios de ser um núcleo galáctico remanescente . A galáxia que o originou teria sido absorvida pela Via- láctea.

Catalogado também como De Chéseaux No. 18 ,Lacaille I.5 , Dunlop 440 e Bennett 61



J.E.S.S. 3




Magnitude: 8.30

Brilho da Superfície:

Dimensão: 20.0 x 20.0 '

Posição Angular: 90

Classe: E

Name: ESO 57-EN6

Constelação: Dorado

Coordenadas: Aparente

Aparente RA: 05h38m 27.7s DE:-69°05' 47"

Abaixo da data RA: 05h38m 31.4s DE:-69°05' 39"

Abaixo de J2000 RA: 05h38m 36.0s DE:-69°06'00"

Eclíptica L: +306°15'05" B:-86°45'15"

Galáctica L: +279°27'55" B:-31°40'53"


- Outra evidencia da relação entre José Eustaquio e Lacaille. O objeto foi historicamente registrado no por Lacaille em 5 de dezembro de 1751. È um objeto mais delicado que os anteriores e muito mais distante. Localizada na grande Nuvem de Magalhães é um gigantesco berçário estelar e pode ser lar da maior estrela conhecida. Aparente na buscadora como um pequeno X . Ou uma estrela “diferente”.

Foi catalogado também como Lacaille I.2 , Dunlop 142 e Bennett 35



J.E.S.S.4



Magnitude: 3.30

Brilho da Superfície: 12.00

Dimensão: 80.0 x 80.0 '

Posição Angular: 90

Classe: II 2 r

Name: NGC 6475

Constelação: Scorpius

Coordenadas: Aparente

Aparente RA: 17h54m 42.4s DE:-34°48'03"

Abaixo da data RA: 17h54m 39.6s DE:-34°48'06"

Abaixo de J2000 RA: 17h53m 54.0s DE:-34°48'00"

Eclíptica L: +268°53'30" B:-11°22'05"

Galáctica L: +355°51'36" B:-04°30'47"


Conhecido desde a antiguidade seu primeiro registro é feito por Ptolomeu em 130 DC. Facilmente visível a olho nu. Um grande aglomerado aberto. Houveram diversos outros .registros incluindo Hodierna antes de 1654. Posteriormente foi incluído por Halley, Lacaille e Messier em seu catálogos. Um objeto indicado para iniciantes.



J.E.S.S. 5

Magnitude: 4.20


Brilho da Superfície: 10.00

Dimensão: 20.0 x 20.0 '

Posição Angular: 90

Classe: III 2 p

Name: NGC 6405

Constelação: Scorpius

Coordenadas: Aparente

Aparente RA: 17h41m05.3s DE:-32°15' 18"

Abaixo da data RA: 17h41m02.6s DE:-32°15' 19"

Abaixo de J2000 RA: 17h40m 18.0s DE:-32°15'00"

Eclíptica L: +265°57'16" B:-08°53'01"

Galáctica L: +356°34'46" B:-00°46'09"


Outro aglomerado aberto conhecido desde a antiguidade e catalogado por Hodierna antes de 1654. Existem sugestões que Ptolomeu o incluísse juntamente com M7 como a nebulosidade na cauda de Escorpião. Mas parece ser pouco provável. Apesar de facilmente visível a olho nu ele é mais discreto. Apresenta o claro formato de uma borboleta e é um aglomerado também indicado para os iniciantes. Também se encontra no Catalogo Lacaille como quase todas as primeiras entradas do catalogo J.E.S.S.



J.E.S.S. 6



Magnitude: 5.60

Name: OCL 953

Constelação: Norma

Coordenadas: Aparente

Aparente RA: 16h14m09.8s DE:-54°14' 47"

Abaixo da data RA: 16h14m05.9s DE:-54°14' 42"

Abaixo de J2000 RA: 16h13m 12.0s DE:-54°13'00"

Eclíptica L: +252°01'52" B:-32°26'48"

Galáctica L: +329°44'54" B:-02°12'19"


Trata-se provavelmente da primeira entrada original do Catalogo José Eustaquio e Silvano Silva de Nebulosas e Objetos Estelares. Como é fruto de escritos delegados por José Eustaquio a Silvano Silva pode-se depreender que seria uma entrada realizada anteriormente por Lacaille em suas observações e os registros desta terem por fim chegado até nós. Ou seria ainda um objeto localizado pelo pai de José Eustaquio. Sua posição não deixa duvidas e o aglomerado aberto estaria ao alcance dos equipamentos que dispunham tanto José como Lacaille . E facilmente percebido por uma buscadora 6x30 e mais claramente ainda em uma 9x50. É possível se perceber certa nebulosidade na região em céus escuros com a vista desarmada.



J.E.S.S. 7




Magnitude: 5.40

Brilho da Superfície: 12.00

Dimensão: 26.3 x 26.3 '

Posição Angular: 90

Classe: IX

Name: NGC 6121

Constelação: Scorpius

Coordenadas: Aparente

Aparente RA: 16h24m 20.7s DE:-26°33' 38"

Abaixo da data RA: 16h24m 18.0s DE:-26°33' 33"

Abaixo de J2000 RA: 16h23m 36.0s DE:-26°32'00"

Eclíptica L: +248°39'36" B:-04°52'37"

Galáctica L: +350°58'09" B:+15°57'53"

Pode ser percebido de forma tênue a olho nu em locais muito escuros e se apresenta facilmente com a menor ajuda ótica . Foi descrito pela primeira vêz por De Cheseaux em 1746. Posteriormente foi incluído no catalogo de Lacaille. Um Interessante aglomerado globular próximo a Antares. É um dos globulares mais próximos da Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário