segunda-feira, 29 de junho de 2015

Mme. Herschel encontra Nix: Primeira Luz

          
         Como era de se esperar a primeira luz da HEQ 5 Synsscan ( doravante batizada  Mme. Herschel)  foi  bastante atribulada. Já esperava apanhar bastante. Utilizar uma buscadora polar implica em diversos procedimentos técnicos que desconhecia. Tais como ajustar todos os círculos do telescópio. Técnicas como "zerar" minha longitude e outros segredos cabalísticos me foram apresentados. Depois de passar a tarde junto a manual da montagem e me preparando para o realizar o "melhor" alinhamento polar de minha vida  fico aguardando a chegada de Nix.
                Enquanto ela não vem me debruço sobre o Manual do Synsscan.
                Nix ( a personificação da noite e uma deidade) é filha do Caos  , a segunda criatura , seguida de seus filhos Gaia ( Mãe Terra) , Tártaro ( as trevas abismais), Eros ( o amor da criação) e Erébo ( a escuridão) a emergir do vazio. É assim uma das forças primordiais de onde surgem o restante das divindades gregas.
                É em tão nobre companhia  que me preparo para conectar o cabo que liga Mme. Herschel ao controle do Synscan  e começar  a brincadeira.  Devo também liga-la a tomada utilizando a fonte que vem com o conjunto...
                Rapidamente percebo que a a estabilidade da nova cabeça em comparação a antiga EQ 3 é de uma ordem de x100. Sendo x um valor qualquer positivo que se atribuiria a estabilidade da velha cabeça.  Percebo também que a Stonehenge dos Pobres diminuiu de tamanho.  Me lembro também que Nix é nascida do Caos e que este é meu padrinho de crisma.  Utilizando meus músculos e descobrindo que posso controlar a cabeça utilizando as setas no controle  do Synsscan com o LCD deste apenas me apresentando qual é o firmware que esta instalado nele enquadro uma qualquer estrela brilhante.
                Por enquanto também estou preocupado em saber se vou obter foco  com o novo focalizador que instalei recentemente  e  faço desta minha primeira providência. Curiosamente o foco com a DSLR ( Câmera fotográfica)  é tranquilo . Mas já o foco para observação visual é quase na máxima extensão deste.  E assim a primeira foto de Mme. Herschel é modestamente uma única exposição de  Alpha Musca.


                Nix é também patrona das feiticeiras e das bruxas e com a chegada de minha esposa e de meu filho do clube as luzes da casa são acesas e a Stonehenge dos Pobres interditada. O primeiro round acaba com a Mme. Herschel vencendo por pontos. A menos consegui  balançar sua  cabeça e ouvir o som que ela canta...
                Mais tarde, com um filtro vermelho na lanterna de meu celular, eu me sento no escuro sobre uma três tabelas com o Manual do Synsscan na mão e parto para tentar algo mais elaborado.  Seguindo o manual passoa a passo aperto o Enter com o LCD  apresentando novamente o Firmware que esta instalado. Deveria ter me concentrado mais na parte anterior do Manual. Na que se refere na instalação do seu "Observatório".    De qualquer forma, os próximos passos  são bastante óbvios e para Mme. Herschel funcionar  com  toda sua potencialidade  basta  apenas seguir o que ela ( e os cabeçalhos no LCD...)  lhe pedir. Posição geográfica , data , hora  e etc...
                Finalmente você deve escolher o método de alinhamento que vai utilizar. Uma estrela , duas estrelas ou três estrelas.    Lendo o manual percebo que o método por uma estrela implica em um alinhamento polar muito bem feito. Com duas e  pretendendo-se  apenas observar visualmente este pode ser mais generoso. E o com três não é viável devido as limitações espaço-geo-visuais de meu modesto observatório.
                Escolho o método de uma estrela. Escolho Acrux.  Mme Herschel faz seus sons que me lembram um braço robótico e se move lentamente. Termina apontada para o Lustre da Sala. Fiz algo muito errado.
                De volta ao manual , logo no começo, percebo que errei o obvio. Depois de realizar o alinhamento polar ,que foi feito mais no sentimento do que utilizando a buscadora polar ( já que as estrelas que formam o asterismo que devo alinhar com o retículo desta são muito tênues para sobreviverem a PL da obra do metrô ) devo colocar o telescópio também apontando para o Polo Celeste... Muito burro!!!
                Tento de novo e lá vai ela em direção a Acrux novamente. Bem próxima desta vez. Faço um primeiro ajuste ainda com a buscadora.  E depois pela ocular. Errei novamente e deu um alinhamento meio mandrake. Confirmei antes de Acrux estar perfeitamente centralizada na ocular. Ingênuo que sou tento a sorte e peço para me mostrar Ngc 4833. Percebo na hora que o telescópio estaria apontando para qualquer coisa menos o modesto Globular em Musca.
                Evidentemente a maior precisão da cabeça implica em um alinhamento polar muito mais elaborado.
                Homero se refere a Nix como " A Domadora de Homens e Deuses" e eu já exausto decido tentar apenas mais uma vez antes de recuar para lutar outro dia. Escolho Mimosa como estrela guia para o alinhamento . De novo no campo da buscadora . Bem perto. E peço que me leve até a Caixa de Jóias . Perto... 


                Faço apenas algumas fotos  para confirmar que o alinhamento polar terá de ser feito com mais seriedade e que Nix já vai tarde  levando junto o meu foco com ela.   Mas percebo que Mme. Herschel funciona e é uma plataforma muito estável e eficiente. Acho incrível como tudo permanece parado no LCD da Câmera ( mesmo com zoom) enquanto tento fazer algum foco. E como tudo fica parado mesmo quando fuço nos controles e menus da câmera.


                Foi uma surra gentil...   Um bom jogo treino.


Obs: O quadro que abre este Post chama-se "Nix e o Gênios do Estudo e do Amor" e é de autoria de Pedro Américo. - Museu de Belas Artes do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário