segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

NGC 4449: Canibalismo Galáctico


Ngc 4449 abaixo a esquerda e 4449b é a galaxia avermelhada a direita e acima. 

              
       A galáxia anã Ngc 4449 habita as bordas do grupo local. Este mês ela foi destaque no S&T newsletter(http://www.skyandtelescope.com/community/skyblog/newsblog/The-Dwarfs-are-for-the-Dwarfs-138948364.html ) por ter se revelado uma galáxia canibal. Sua galáxia satélite Ngc 4449 b  apresenta uma forma que lembra a letra s ( de uma forma bem remota...) e que revela um encontro recente com sua irmã maior . Entenda como recente algo no ultimo bilhão de anos. Este encontro desencadeou um grande “starburst” na galáxia maior. Um processo semelhante pode ter (ou estar...) se desenrolado entre a nossa Via láctea e a galáxia anã de Sagitário.
            Um composite feito pelo Telescópio Subaru localizado no topo do Mauna Kea no Havaí revelou uma corrente ligando as duas e mostrando a destruição ou absorção da irmã menor pela maior. Canibalismo e incesto galáctico. Nem Douglas Adams imaginou nada assim...
            Ngc 4449 gerou divergências entre vários leitores do Newsletter com relação a fazer parte ou não do grupo local. Situada a 12.000.000 de nos luz esta estaria além do grupo local. Mas vai saber.
            O que importa é que 4449 é visível para astrônomos amadores com telescópios relativamente modestos. Brilhando com magnitude 9.4 e com uma área pequena seu brilho de superfície a torna acessível a telescópios pequenos.
 Localizada na constelação de Canis Venatici (Cães de Caça) e próxima a Beta Canis a navegação até ela é relativamente simples. Já avista- la é uma outra historia.
Ela se encontra quase que exatamente no meio do caminho na linha que liga Beta Can (Chara) a M 106.  O Stellarium indica uma estrela de 5a magnitude a menos de 30´ de Ngc 4449. Não achei. E o Cdc não concorda com a existência desta estrela fantasma. Mas o espírito que habita a região é 4449. Preste atenção pois é um esfuminho bem pequeno.
É um objeto com grande valor cosmológico que no momento esta consumido uma galáxia satélite e que provavelmente passa por uma grande onda de natalidade estelar devido a este encontro...
      Céus escuros vão ajudar. A sua parceira sendo consumida (4449 b) não apresenta registro de observação por astrônomos amadores.
           Ache Ngc 4449 e você poderá ver uma galáxia canibal ao vivo (e em preto e branco...).

Nenhum comentário:

Postar um comentário