sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

De volta ao Sul - Log de 3 de Fevereiro 2012

Apesar da lua a primeira sessão de observação com o Vanguard 10x50 abaixo do equador Foi surpreendente. O Novo binóculo revelou diversos esfuminhos que sequer eram possíveis de se suspeitar utilizando o Sumax.


Navegando por um céu conhecido e com o uso de todas as técnicas que conheço (averted vision, balançar o binóculo, respiração e etc...) ele revelou diversos DSO que são desafiadores em céus urbanos e especialmente com a presença da lua.

Este log. pode ser considerado um post-scriptum da avaliação que apresentei no ultimo post.

Já de madrugada resolvo aproveitar que os vizinhos já tinham encerrado suas funções e aproveitar a boa transparência que o céu apresentava.

Começo pelo Cruzeiro. Tudo no lugar. Percebo a caixa de Jóias e seu shape triangular. Noto que a noite esta boa. Resolvo forçar a barra. E com paciência percebo de forma discreta vários aglomerados galácticos que existem na constelação. Todos bem discretos e alvos binoculares difíceis. NGC 4609 na borda do Saco de Carvão se faz presente. Ngc 4349 idem. Alvos difíceis. Quase um espírito...

Depois o Centauro. Omega sempre faz uma graça e começo por ali. Bem melhor que no Sumax. Percebe-se alguma granulosidade.

Escondido abaixo de Beta Cen NGC 5281 também comparece. Apesar de sua magnitude é bem discreto e raramente o percebo no Rio. Mas bem presente com averted.

Outro desafio esta em Musca e o novo binóculo não desaponta. A pequena estrela enevoada não deixa duvida. Ngc 4833 um dos globs mais austrais.

Parto para Carina e aí é festa. Eta Carina e a nebulosa, Plêiades do Sul e Ngc 4766 em um rápido passeio.

Encerrando os clássicos próximos ao Falso Cruzeiro. IC 2391 (que gosto de chamar de a Pequena Cassiopéia) e Ngc 2516 com bastantes detalhes.

Um belo retorno ao céu austral e bastante satisfeito com a nova aquisição...



Nenhum comentário:

Postar um comentário