terça-feira, 31 de julho de 2012

Observando Messier : M 69


M 69 (cred : Hubble ) 


Para localizar M69 dirija-se até Sagitário.  A constelação é mais facilmente reconhecida pelo asterismo do “Bule”. Este é facilmente percebido no horizonte sul, a leste da cauda do Escorpião. Uma vez lá dirija a buscadora para Kaus Australis, a estrela mais a sudoeste do asterismo.  Brilhando com Magnitude 1.7 esta será facilmente localizada mesmo em locais de grande poluição luminosa.

Uma vez com a buscadora centralizada em Kaus Australis você irá perceber claramente uma dupla de estrelas mais brilhantes (ao redor de 5ª mag.) no campo. São respectivamente HIP 90763A e HIP 91014. Dirija-se para HIP 90763A (a mais a oeste) e com esta centrada na buscadora e utilizando sua ocular de maior campo de visão olhe pelo telescópio.  M69 não é obvio na buscadora, mas junto a ocular será facilmente percebido próximo a HIP 90763ª.
A menos de 0,5º da estrela M 69  revelará sua natureza para qualquer telescópio com mais de 60 mm .  Mas não se engane : M69 é um dos mais fracos Globulares do catalogo Messier e será difícil de se perceber na presença de poluição luminosa.


M69 brilha com magnitude 7.7 e é  percebido com pequenos telescópios e resolvido parcialmente com aparelhos a partir de  150 mm. Com um diâmetro aparente de 7´ em fotografias e com apenas 3´ visualmente.
 Ele é pequeno porém  possível de ser percebido com binóculos de 10X50. Mas requer atenção para não ser confundido com uma estrela de campo se utilizando as pequenas magnificações comuns a binóculos.
M69 é um Aglomerado Globular e foi descoberto por Messier em 31 de agosto de 1780. Na mesma noite ele também inclui M70 em seu catalogo.

Messier localizou M69 enquanto tentava confirmar uma nebulosa avistada por Lacaille e descrita em seu catalogo como Lac I 11. É pouco provável que Lacaille tenha conseguido avistar M69 com seus modestos telescópios e este é significativamente mais tênue que outros objetos descritos no catalogo do abade. Na realidade a entrada de Lacaille se encontra distante de M 69 e lá se encontra um pequeno asterismo de 3 estrelas que poderiam ser facilmente confundidas com uma nebulosa nas modestas lunetas utilizadas por Lacaille.  
M69 se encontra há aproximadamente 29.700 anos luz da Terra.
Sua densidade é razoável atingindo a Classe V na escala de Shapley.
O aglomerado se encontra a apenas 6.200 anos luz do centro da galáxia .
É um dos Globulares com maior índice de metalicidade conhecidos e isto pode indicar que se trata de um globular mais jovem do que a média.  
Próximo a M69 podem-se encontrar M 70 e Ngc 6652. Ambos globulares também ao alcance de pequenos telescópios.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário