quarta-feira, 25 de julho de 2012

Observando Messier: M54 o primeiro aglomerado extragaláctico.


M54 ( cred. 2MASS)


Recentemente observei M 54 pela primeiravez
Não é um alvo exatamente difícil.
Para localizar M 54 primeiro localize o Bule. Este nada mais é que a visualização “mais evidente” da conhecida constelação de Sagitário.  Não é difícil perceber o Bule no horizonte sul. Ele esta seguindo a obvia cauda do Escorpião. Sempre a Leste da cauda do Escorpião. 

            Depois de localizar Sagitário dirija sua Buscadora para Ascella(Zeta Sag), a brilhante estrela que marca o canto sudeste na base do Bule. É uma estrela brilhante (mag. 3.2) percebida até mesmo em ambientes urbanos.
 Centralize a Buscadora na estrela e com sua ocular wide field passe para o telescópio.
Com uma ocular de 25 mm meu telescópio encontra M54 no extremo noroeste da mesma.
 Uma rápida escaneada a partir de Ascella vai levar você até M54. Na pratica deixe Ascella no canto leste da sua ocular wide field e desloque cerca de um campo ocular (+-1,3º) para o norte (ou “para cima”) que M54 vai aparecer na ocular. Gire o mapa celeste até este “se casar” com o que você vê no céu e será fácil calcular a direção do movimento...
O Globular vai se apresentar como uma pequena mancha e não se resolve em nenhum telescópio com menos de 350 mm de diâmetro. Sua grande distancia da terra (87.400 AL) contribui  muito para isto.  Ainda trata-se de um Globular extremamente denso (Classe III na escala Shapley).  Ele brilha com uma magnitude aparente de 7.7 o que faz dele o mais brilhante membro dos globulares Messier na base do Bule. Os outros dois são M69 e M 70.
Pequenas lunetas e binóculos podem confundi-lo com uma estrela.
Agora vem a parte mais interessante sobre o que estamos observando.
M54 não pertence exatamente à Via Láctea. Ele se encontra em uma pequena galáxia satélite a nossa que responde pelo explicativo nome de Galáxia Anã Elíptica de Sagitário.  
Esta descoberta ocorreu apenas em 1994 quando a distancia até o aglomerado foi medida com maior precisão. Esta é a mesma da galáxia supracitada e ambos se afastam com a mesma velocidade (142 km/s) de nosso sistema solar.  Isto faz de M54 um dos globulares mais brilhantes em termos absolutos (sua luminosidade equivale a 850.000 vezes aquela do sol), perdendo apenas para o gigante Omega Centauro.
Tudo isto faz dele o primeiro aglomerado extragaláctico descoberto ainda que tenham se passado 200 anos entre sua descoberta (um Messier original registrado por Charles em 25 de julho de 1778) e este fato se fazer publico.  
A pequena galaxia possui ainda mais três globulares conhecidos. Terzan 7 , Terzan 8 e Arp 2. Nem de longe ao alcance de telescópios amadores...
"By the way" M54 tem aproximadamente 13 bilhões de anos desde sua" fundação"...
É bom lembrar que hoje fazem exatamente 234 anos desde seu primeiro registro por Messier...
Uma curiosidade : existem aglomerados globulares mais distantes e que são membros da Via Láctea.  São eles Ngc 2419 e Ngc 7006

Um comentário:

  1. é de grande utilidade as suas ostagens , ois estou iniciando na astrofotografia e a minha grande dificuldade é localisar os objetos , sempre recorro ao seu blog.
    um abraço.

    ResponderExcluir