quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Cão Maior


Cão Maior é um dos cachorros de Orion. Foi posto no céu junto com seu parceiro Cão Menor. Ambos por Zeus como a maioria dos presentes.


O Cão maior é uma das constelações favoritas do Nuncius. Esta época do ano ele anoitece com você. Logo ao inicio da noite ele se encontra em posição confortável a leste. Por volta da Meia noite ele estará praticamente no Zênite. É temporada de caça.

É das poucas constelações que posso imaginar. Parece um cão. Assentada na Via Láctea é reino de aglomerados abertos. Como diria José Eustaquio área de pesca...

Costumo iniciar os trabalhos com Sirius (α Cma). É a estrela mais brilhante no céu noturno, com uma magnitude aparente de −1,46. É o nosso farol.

Bastante próxima (2.64 pc) e apresentando uma companheira que pode ser avistada com telescopios de médio (grande) porte. Ela é perfeita para afinar minhas buscadoras e daí partir em busca do céu profundo . Apresenta uma rica história.

Outras estrelas famosas em Canis Major( seu nome mais nobre) são : Mirzam , Wezen , Adhara e Aludra ( a menos brilhantes delas e que marca a ponta do rabo.)

A partir de Sirius , logo “abaixo” , você vai achar M41. É em geral minha segunda parada. Este aglomerado aberto pode ser notado como uma sutil nebulosidade em locais muito escuros. Brilhando com 4,5 mag e apresenta uma dimensão de 38´. Foi catalogado por Hodierna no Sec. XVII. Aristotles talvez tenha registrado este aglomerado cerca de 300 ac. Isto faria dele o objeto mais tenue registrado na antiguidade.

A seguir costumo fazer o que chamo de Tour de Collinder. São tres aglomerados do catalogo Collinder que se dirgem para cauda do cão em direção a constelação de Puppis.

São eles Cr 121 , 132 e 140 . Todos bem claros e grandes. Bons alvos Binoculares. Fechando o Tour Collinder fica Cr135 ao redor de Pi Puppis .

Voltando para a area em volta do Rabo do Cão não podemos esquecer um dos favoritos do Nuncius :Tau Canis (NGC 2362) . A redor da estrela Tau do cão em belissimo aglomerado em forma de catavento. Devido ao brilho de Tau ele é melhor visto com certa magnificação e com intrumentos maiores. De Binoculo é dificil separar o aglomerado de Tau.

Muito perto podemos ver NGC 2354 . Maior e mais esparso. Mag. 6.5.

Eu costumo utilizar Sirius e Mirzam para achar M47 e consequentemente M46. Assim como Collinder 135 este aglomerados residem em Puppis . Eu os considero sempre parte do tour do Cão. Valem a pena . M47 sera facil na buscadora. M46 esta por perto.

Por fim um alvo bem dificil. Junto a Adhara . Com magnitude 11.2 um dos objetos mais tenues que já vi. Somente com “ averted vision”. Um Ponto . De dimensão estrelar. NGC 2325. No mesmo campo (120x) uma estrela muito tenue. Uma Galaxia na borda da Via Lactea. Descoberta por John Herschel em 1837. Eliptica. Parece um minusculo globular.

Cão Maior apresenta mais segredos . A temporada de caça esta aberta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário