sábado, 11 de maio de 2013

Rot n´Stack 1.2- A Nova Versão


            

            Saiu uma nova versão do Rot n´ Stack
O Rot n´Stack é um programa que , como diz seu nome, serve para girar e empilhar fotos. Vejam que eu disse girar e não rotacionar . A razão é simples. O verbo rotacionar  existe . Mas...
           O motivo deste post  é um freeware e foi criado Guillaume Dargaud.
            Nas palavras do próprio criador (ou quase):
“Este programa é similar a diversos programas astronômicos no qual o objetivo é obter diversas imagens e junta-las em uma única. Este processo é usado , principalmente, em imagens escuras para remover o ruído. A diferença entre ele e outros programas “mais profissionais”: ele é grátis , ele aceita imagens  no formato  Jpeg e PNG e assim compatíveis com a maioria das câmera digitais, e por fim é muito simples. Você pode tirar uma série de fotos com 30 segundos de exposição do céu noturno (mais que isto as estrelas deixarão trilhas) e depois empilha-las para realçar o contraste”.
            Sua primeira versão foi lançada em 2005 (1.0). Ainda neste ano foram corrigidos alguns pequenos bugs e lançou-se a Versão 1.1.
            Durante 2 anos usei esta versão.
            Apesar de não tão poderoso como o Deep Sky Stacker eu sempre gostei do Rot n´ Stack. Ele é mais “pé de boi” e apesar de certas limitações ele sempre foi garantia de que suas fotos seriam empilhadas. Mesmo  que a captura das imagens fosse realizada de forma estabanada e com um alinhamento polar abaixo da critica.
 O DSS muitas vezes se recusa a aceitar imagens com muitas trilhas ou outros problemas que nâo sei quais são. É mais fresco.
            Desta forma o Rot n´Stack sempre foi uma ferramenta fundamental aqui no Nuncius Australis...
            Seu uso é bastante simples.
            Primeiro faça o download dele - http://www.gdargaud.net/Hack/RotAndStack.html
                Abra o programa em seu PC (creio que não roda em Mac). Ele vai apresentar esta tela.

            Depois clique em “open” e na janela que ira se abrir escolha as fotos que você pretende utilizar. Todas as imagens devem estar na mesma pasta. 


                Clique em “Add” e dê “OK”. O Rot n´ Stack vai carregar as fotos e abrir a 1ª foto.
            Selecione duas estrelas usando o botâo esquerdo do mouse para a primeira e o direito para a segunda nesta primeira imagem. 


Depois ele pedirá para você fazer a mesma coisa na segunda imagem. E depois ele irá perguntar se você quer fazer isto manualmente ou automaticamente.
            Escolha manualmente e selecione as mesmas estrelas em todas as fotos que você carregou.  Com isto ele vai girar e alinhar as fotos da melhor forma possível.
            Na nova versão (1.2) lançada em 29 de dezembro de 2012 surgiram mais algumas opções na aba Advanced. 


             Com ela é possível se subtrair um Dark frame das imagens e assim se livrar de hot pixels e outras coisas nefastas . Ele pode utilizar um dark frame definido por você ou gerar um ele mesmo. Foi um grande avanço mas ainda é um recurso experimental.
            Uma vez feito isto pressione “Rot n´ Stack” na aba superior direita da barra de ferramentas do programa.
            E espere. Quanto mais fotos mais tempo...
            O Rot n´Stack vai gerar quatro arquivos com quatro resultados diferentes:
·         Uma imagem onde cada pixel é o mais brilhante das imagens originais. (modo Max)
·         Uma imagem onde cada pixel é o menos brilhante  das imagens originais (modo Min)
·         Uma imagem onde cada pixel é a média  de todas as imagens originais (modo Mean)
·         Uma imagem onde cada pixel passa por um algoritmo muito doido e que maximiza o contraste. Os resultados parecem arte pop ou surrealismo. Depende do dia... ( modo Sort)


O modo Max é interessante . Mas somente utilizando-se dark frame. Caso contrario se perceberá muito hot pixels.

O modo Min  não é exatamente o que se procura quando esta se empilhando fotos sub expostas... Mas em alguns DSO´s ele resolve

O modo Mean é o mais realista e o que eu acho que apresenta os melhores resultados.

O Modo Sort não gera imagens realistas mas pode revelar detalhes que não seriam percebidos de outra forma.  

Um dos maiores avanços da nova versão é suportar fotos maiores. Com o aumento do formato das fotos em câmeras mais modernas e com mais resolução  a antiga versão 1.2 não estava suportando. Quando troquei minha câmera Canon Rebel 350D pela Canon T3 ele alegava ( na maioria das vezes ) não possuir memória ( na verdade alegava ter que aumentar a memória da pagina...) para empilhar as fotos . Na nova versão isto foi solucionado.
O Rot n´Stack é um bom programa. Apesar de algumas limitações ele é bem amigável e com seus novos recursos ele consegue obter bons resultados e ajudar o amador na astrofotografia mesmo quando lutando contra recursos insuficientes para realizar captura de imagens “perfeitas”.
Vejam estes resultados em um rápido teste com um velho conhecido. Ngc 3766.

Primeiro foram escolhidas 16 de 24 fotos feitas com uma Cannon T3 acoplada a meu newtoniano de 150mm. Foi utilizada ASA 3200 e as exposições foram de apenas 10 segundos.  O alinhamento polar foi feito no chute. Dei um chute no pé esquerdo do tripé e um no direito e pronto...
Abaixo o modo Min. Sem  e com o uso de um dark frame auto-gerado.
Min

Modo Mean
Mean

Modo Max
Max

Modo Sort
Sort


Percebo que o uso do dark auto-gerado reduz o ruído, resolve em parte os hot pixels no modo Max e apresenta um certo desvio para o verde. Veja o Master dark gerado...

 O modo Sort é um exagero. Mas com o tempo aprendi que se passando por maciças doses de processamento pode revelar coisas que nenhum outro pode... Em um post futuro apresentarei uma das surpresas que ele me causou.
Mesmas fotos no Deep Sky Stacker

Ainda que achando o DSS “o programa” pare empilhar não posso deixar de elogiar o Rot n´Stack e suas características mais rústicas.Ele é  mais simples de se utilizar que o DSS mas também implica em muito mais trabalho manual (clicks e mais clicks de mouse para se marcar as estrelas que servirão pra o alinhamento de todas as fotos capturadas...) para se obter resultados bastante honestos. È amigável com iniciantes e sua interface é bem instintiva. É um excelente programa e a iniciativa de Dargaud em disponibiliza-lo gratuitamente é elogiável. Sua nova versão continua muito simples de se utilizar e possui mais recursos. Acredito que o processo de subtração de Darks, que ainda esta  na fase experimental, vai evoluir e que o RnS  possa melhorar mais ainda. Serve ainda para se empilhar fotos "terrestres". E aí não é necessário se marcar os pontos para alinhamento. 
P.S. O recurso de utilizar um dark frame realizado por você mesmo melhora muito o resultado sobre o dark frame auto gerado. O equilíbrio de cores se torna muito mais fidedigno. A unica ressalva é que você deve obter o dark frame em raw ou Jpeg (pelo menos na minha câmera...) e antes de utiliza-lo deve converte-lo para PNG no photoshop. O RnsS só aceita darks neste formato.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário